Dotação orçamentária é obstáculo para frente de trabalho em Lorena

Proposta é seguir os moldes da Programa Bolsa Trabalho do Estado, e a expectativa é que os serviços se iniciem até o começo do próximo ano

O prefeito Sylvio Ballerini, que explicou o projeto ao lado de Fucuda (Foto: Marcelo A. dos Santos)

A exemplo de outras cidades da região, Lorena projeta a implantação da frente de trabalho. A iniciativa permite que moradores em situação de vulnerabilidade social realizem serviços de manutenção no município. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turístico, Ulisses Fucuda, a principal dificuldade é a falta de dotação orçamentária.

Em busca de condições para implantar o benefício, a Prefeitura estuda itens da proposta que deve atender lorenenses que estão fora do mercado. Na frente de trabalho, programa instituído em cidades como Guaratinguetá, os contemplados recebem um aporte de valor ainda não definido, inferior a um salário mínimo.

O prefeito Sylvio Ballerini (PSDB) afirmou que o objetivo é dar oportunidade aos moradores. “É um custo menor, mas, em contrapartida, você dá oportunidade para as pessoas trabalharem em meio período, se qualificarem profissionalmente”.

Em entrevista ao Jornal Atos, Fucuda destacou que o projeto ainda está em fase de estudos de viabilidade. Ele frisou que não há dotação orçamentária para a implantação do programa ainda este ano. “A dotação foi vista na gestão anterior, então até a LOA (Lei Orçamentária Anual), a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) não contempla esse recurso”, explicou.

O prefeito e o secretário garantiram que caso não seja possível a implantação do programa municipal ainda este ano, em 2022 a frente de trabalho estará em vigor. “Estamos tentando ver agora como vamos fazer isso, para ver a quantidade de vagas que a gente vai poder disponibilizar, buscando meios para saber em que momento poderemos iniciar esse processo no município. Temos que ver a questão legal”, destacou Ballerini.

Fucuda explicou que os parâmetros debatidos se baseiam no programa estadual Bolsa Trabalho, que contemplou moradores das cidades paulistas, entre elas, Lorena, onde todas as pessoas atendidas são mulheres. Sessenta beneficiárias vão receber o valor de R$ 535 durante o período de cinco meses, além de cursos de qualificação profissional gratuitos.

Ainda sem o valor do repasse definido, Lorena debate também os critérios de escolha dos atendidos. A princípio, o programa priorizará os moradores em situação de vulnerabilidade social, mas também é estudada a possibilidade de atender as pessoas que saíram recentemente do sistema prisional.

Em relação aos moradores em situação de rua, Fucuda lembrou da dificuldade para inseri-los entre os beneficiários do programa. “Seria complicado, porque você não tem o endereço fixo para poder informar o Município para onde você está destinando esse dinheiro e essa vaga”.

Em um primeiro momento, as mulheres devem ter a prioridade entre os selecionados, assim como foi definido pelo Bolsa Trabalho do Estado. “Como o Estado colocou, nesta primeira chamada foram só mulheres, porque essa era a prioridade. Se seguirmos nessa mesma linha, a preferência seria para as mulheres em situação de vulnerabilidade social ou arrimo de família”.

Por Gabriel Mota | Jornal Atos

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings