“No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”

Adolfo Konder – Presidente do Detran.RJ

A Semana Nacional de Trânsito (de 18 a 25 de setembro) é uma época importante para o Detran.RJ em sua tarefa de conscientizar os cidadãos fluminenses para a urgente necessidade de aumentar a segurança no trânsito, com o objetivo de reduzir os altos índices de acidentes em nossas ruas, avenidas e estradas.

Só este ano, foram registrados, até o mês de julho, 9.303 acidentes de trânsito do Estado do Rio de Janeiro, com 11.826 vítimas. Dessas, 1.081 morreram e 10.745 ficaram feridas. Os números vinham diminuindo ano a ano, mas, com a retomada da atividade econômica na pandemia, voltaram a subir um pouco.

Nunca foi tão atual, portanto, o lema “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”, adotado em todo o país pela Secretaria Nacional de Trânsito. Para mudar esta realidade preocupante, precisamos sensibilizar toda a sociedade para a necessidade de paz no trânsito. Dependemos de uma radical mudança de atitude de todos: motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. Precisamos que os mais fortes protejam os mais frágeis e vulneráveis.

Por isso, o tema da Semana Nacional de Trânsito deste ano é “Pedestres e ciclistas: ver e ser visto”. A violência no trânsito atinge de forma irreversível quem sai às ruas a pé ou de bicicleta. De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), 2.659 pedestres e 315 ciclistas morreram em acidentes de trânsito, no Estado do Rio, no período de janeiro de 2016 a julho de 2021. Só nos primeiros sete meses deste ano, 88 pedestres e 26 ciclistas perderam a vida.

Em 2020, de 19.263 vítimas de acidentes, 616 foram ciclistas. Houve 39 óbitos. O Detran.RJ entende que o melhor caminho para mudar este quadro é reforçar a fiscalização das leis de trânsito – o que já estamos fazendo em parceria com as prefeituras, a Polícia Militar e o Gabinete de Segurança Institucional do Governo do Estado, inclusive com o uso de drones -, e também promover ações de educação para o trânsito.

Nesta semana, de 18 a 25 de setembro, além de levarmos nossas blitzes educativas a muitas regiões do estado, vamos promover uma série de eventos em parceria com o Museu de Arte do Rio (MAR). Haverá oficina de criação artística para crianças, com atividades de promoção da educação no trânsito, aula prática para as crianças aprenderem a pedalar, roda de conversa sobre mobilidade urbana sustentável e estratégias de circulação segura na cidade, oficina de manutenção de bikes, intervenção de artistas de circo com foco em educação no trânsito, e um webinar sobre mobilidade urbana e sustentabilidade.

Para pedestres e ciclistas, reforçamos a necessidade do uso de equipamentos e vestimentas que os tornem mais visíveis. No período noturno, há maior risco de acidentes envolvendo os usuários vulneráveis de nossas ruas e avenidas, pela dificuldade de visibilidade. Precisamos debater medidas para melhorar o trânsito no Estado do Rio, no Brasil e no mundo. Nosso objetivo é preservar vidas, reforçar a necessidade de reduzir a violência no trânsito. Cada vida é irrecuperável.

Por Ascom