Polícia de Vassouras diz que a morte de pai de ex-prefeito pode ter sido motivada por vingança

Nilton Gonçalves de Oliveira de 63 anos, foi morto a tiros no domingo, no Centro. De acordo com o delegado Luiz Jorge Rodrigues o crime pode ter sido premeditado.

A Polícia Civil apura a hipótese de a execução de Nilton Gonçalves de Oliveira, pai do ex-prefeito de Vassouras, ter sido motivada por vingança.

O crime aconteceu no último domingo (5), no Centro. A vítima, de 63 anos, estava tomando café na praça Barão de Campo Belo quando foi baleada.

Imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas e para tentar identificar os criminosos.

De acordo com o delegado titular de Vassouras, Luiz Jorge Rodrigues, o crime pode ter sido premeditado e nenhuma linha de investigação está descartada.

“Certamente foi uma vingança e vamos tratar qual o motivo dela. A perícia conseguiu recuperar um desses projéteis e na perícia de local também conseguiram recuperar outro. Foi apreendido também o celular da vítima, que vai ser elemento de pesquisa”.

“Temos informações do veículo utilizado e estamos fazendo um cruzamento de informações dessas placas com um retorno de trinta placas, mais ou menos. A princípio, temos muitas imagens”, informou Luiz Jorge Rodrigues.

Ainda segundo o delegado, havia três homens no carro utilizado no crime. Testemunhas disseram que um dos suspeitos desceu do veículo e disparou pelo menos três vezes contra a vítima. A esposa de Nilton estava com ele, mas não ficou ferida.

Radares da Rodovia Lúcio Meira estão sendo rastreados para tentar localizar os suspeitos que, segundo a polícia, utilizaram um placa adulterada.

Quem tiver informações que possam ajudar nas investigações pode ligar para o telefone (24) 2471-6013.