Vereadores de São Lourenço, MG analisam orçamento da cidade: previsão do ano que vem é de R$ 202 milhões

Está em tramitação na Câmara de São Lourenço a Lei Orçamentária Anual (LOA), cujo texto estima a receita do município para o ano que vem em R$ 202.528.720. O projeto fixa a despesa em 2022 no mesmo valor. Entre os gastos previstos estão a manutenção dos serviços públicos, o calçamento e a revitalização de ruas e avenidas (R$ 400 mil) e a melhoria do sistema de drenagem pluvial (R$ 200 mil).

O Plano Plurianual (PPA) também é estudado pelos vereadores. O projeto traz o planejamento financeiro da Administração Municipal para os próximos quatro anos, ou seja, de 2022 a 2025. Videomonitoramento de pontos turísticos estratégicos, reforma de imóveis, construção de quadras poliesportivas e implantação de usina de geração de energia solar fotovoltaica são algumas previsões do texto.

Ambos os projetos podem ser alterados pelos parlamentares por meio de emendas. Antes de serem votados, ainda vão receber pareceres das Comissões de Legislação, Justiça e Redação e de Orçamento e Finanças, além da Secretaria Jurídica da Câmara. A Casa Legislativa deve agendar uma audiência pública para discutir o assunto com a população.

Tribuna Livre

Carlos Henrique Bícego utilizou a Tribuna Livre para falar sobre a construção de prédios e a instalação de loteamentos em São Lourenço. Ele questionou os impactos ambientais trazidos com o crescimento dos empreendimentos da construção civil e citou prejuízo às nascentes de água e maior possibilidade de enchentes e inundações devido à diminuição de áreas verdes e impermeabilização do solo para a realização das obras.

O morador de São Lourenço, que é perito ambiental, também falou das consequências para o trânsito e tratamento de esgoto. Ele ainda disse que é necessário reformular com urgência o Plano Diretor, que dita as regras de ocupação do município. Intervenção em APP foi outro assunto abordado por ele, que teve 20 minutos para a manifestação. Logo depois, cada vereador pôde se pronunciar por 2 minutos.

Por Assessoria de Comunicação