Canas aposta em maior participação de artistas para retomada da cultura e do turismo

Cidade segue com cadastro de artesãos e agentes culturais até o fim de outubro; MIT é foco para receber novos investimentos

Trabalho de artesãos de Canas; Prefeitura abre cadastro para artistas com foco na retomada do turismo (Foto: Reprodução PMC)

Com o foco na retomada pós-pandemia, a diretoria de Cultura e Turismo de Canas abriu um cadastramento para identificar os artesãos e artistas da cidade. A medida tenta estreitar laços e absorver ideias para o calendário festivo de 2022, além de reforçar as buscas pelo título de MIT (Município de Interesse Turístico).

Para retomar a festas e atrações culturais, o Município aposta na participação dos artesãos, artistas e agentes culturais para as discussões sobre o tema. De acordo com a diretora de Cultura e Turismo, Vera Silva, as mais diversas áreas como de artesanato, dança, música e teatro podem ser inscritas.

Após o período de cadastros, a Prefeitura pretende reunir todos os inscritos na Casa da Cultura, até o início de novembro, para juntos, discutirem as diretrizes para o primeiro evento pós-flexibilizações da pandemia da Covid-19: o Natal de Luzes. “A necessidade de estreitarmos esses laços é também para reativarmos o Comtur (Conselho Municipal de Turismo) e que a gente possa também fazer a readequação do Plano Diretor de Canas no Turismo, que é de 2018, para que assim possamos pleitear em março de 2022 o MIT”, salientou Vera.

Os interessados no cadastro cultural podem acessar o formulário no site oficial do governo, o canas.sp.gov.br, se cadastrar pelo e-mail culturaeturismo@canas.sp.gov.br ou pessoalmente na diretoria, que funciona no Ginásio de Esportes Benedito Romeu Zanin, localizado a rua José Isalino, na “Quadra de Esportes”, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 16h. O prazo seguirá até o final deste mês.

Quanto aos projetos a médio e longo prazo, a cidade já conta com o Comtur, composto por dois terços da sociedade civil e um terço do poder público, que está passando por uma reformulação para uma nova eleição. “Está em andamento essa revisão do Plano Diretor para fazermos ainda em outubro a primeira reunião ordinária de eleição dos novos membros, e assim possamos avançar para pleitear o MIT”, concluiu a diretora.

Na região cidades como Cruzeiro e Cachoeira Paulista são MIT’s e recebem anualmente, mediante prestação de contas, os respectivos recursos para fomentar o turismo.

Por Rafaela Lourenço | Jornal Atos