Obras para transformar escola do Corcovado em creche podem começar após o feriado, segundo a prefeitura de Ubatuba

O vice-presidente da Associação dos Moradores e Amigos do Corcovado (AMAC), Washington Libório, reclama do abandono da escola municipal do bairro (EM José Libório), que foi desativada há anos e seria transformada em creche, mas ficou largada até agora.

“A gente queria questionar o porquê. Não era para desativar a escolinha, e resolveram que seria. Aí não sei como resolveram que iam fazer creche. E hoje não tem creche, não tem escola, não tem nada e está desse jeito, tudo abandonado”, relata o morador.

Segundo a prefeitura, já foi feito processo licitatório para contratação da empresa que vai reformar a antiga escola. A secretaria de Educação está aguardando a assinatura do contrato para iniciar os trabalhos. Caso não haja apresentação de recurso, a prefeitura afirma que as obras devem começar após o feriado de 12 de outubro.

O edital de tomada de preços previa o valor da obra estimado em R$ 300.123,26. Três empresas foram habilitadas e concorreram na licitação, sendo que a declarada vencedora foi a “R. S. Razuk – Construções e Projetos”, que apresentou o menor valor global, de R$ 256.562,88.

Após a assinatura do contrato, o prazo de execução dos serviços e obras será de oito meses, prorrogáveis pelo mesmo período. A empresa deve fornecer materiais, mão de obra, máquinas e equipamentos. Os itens que serão reformados na escola são: telhado e forro, quadra, caixa d’água, piso e contrapiso, instalação de portas, grades e portão, pintura, entrada de energia e instalações elétricas.