Pelo menos 30 pessoas são presas durante 2ª etapa de operação contra o crime organizado em Itajubá, Pouso Alegre, Soledade de Minas, Cristina, Maria da Fé e Itamonte

Pelo menos 30 pessoas foram presas durante uma operação da Polícia Civil contra o crime organizado no Sul de Minas. A operação “Caronte II” foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (20) em Itajubá, Pouso Alegre, Soledade de Minas, Cristina, Maria da Fé, Itamonte no Sul de Minas e Dourados (MS). Conforme a polícia, os presos são suspeitos de envolvimento com o crime organizado, tráfico de drogas e o chamado tribunal do crime, que acontece quando há execução de pessoas que não seguem regras dentro da organização criminosa.

A polícia informou que 30 pessoas já foram presas, sendo 23 em Itajubá, duas em Pouso Alegre e em Itamonte e uma em Soledade de Minas, Dourados (MS) e Maria da Fé. Além das prisões, foram apreendidos mais de 10 kg de drogas foram apreendidos.

“A operação foi iniciada cerca de seis meses atrás com investigações acerca de crime organizado e tráfico de drogas. Integrantes da organização criminosa realizam julgamentos paralelos de pessoas que, a seu juízo, não cumpriam as normas estabelecidas pela organização”, explicou o delegado Alexandre Boari.

Esta fase da operação é um desdobramento da “Operação Caronte”, que ocorreu em agosto de 2020. Desta vez, as investigações aconteceram em fevereiro deste ano.

A equipes de policiais civis e militares também apreenderam maconha, cocaína, crack, munições, celulares e documentos que ainda serão catalogados e contabilizados para a continuidade dos inquéritos, que podem levar a mais suspeitos.

Tribunal do Crime

Por meio de um tribunal, composto por integrantes da organização, as partes envolvidas eram levadas a um local determinado onde mediante atuação de outros integrantes era realizado o julgamento das pessoas e a aplicação das penas que consistiam, em alguns casos, em agressões.

“Um trabalho intenso de investigação que realizamos e conseguimos identificar suspeitos pertencentes à facção criminosa que vinham criando uma espécie de ‘justiça privada’, em que levavam pessoas que quebravam regras impostas por esta organização”, explica o Delegado Alexandre Valentim Boari de Souza, que conduziu as investigações e a operação.

Pelo menos 28 pessoas são presas durante 2ª etapa de operação contra o crime organizado no Sul de MG — Foto: Polícia Civil
Foto: Polícia Civil
Operação Caronte

A primeira fase da operação “Caronte” aconteceu em agosto deste ano. Na ocasião, 21 suspeitos de envolvimento com crime organizado foram presos.

Segundo a Polícia Civil, nove mulheres e 12 homens foram presos e conduzidos para os presídios. Ao todo, foram cumpridos 38 mandados de busca e apreensão e 32 mandados de prisão. As investigações tiveram duração de dois meses.

Pelo menos 28 pessoas são presas durante 2ª etapa de operação contra o crime organizado no Sul de MG — Foto: Polícia Civil
Foto: Polícia Civil