Suspeito de furtar R$ 100 mil em semijoias em loja de shopping é preso em Poços de Caldas

Homem apontado como um dos suspeitos foi preso pela Polícia Civil nesta terça-feira (5). Polícia segue investigação para prender outros envolvidos.

Foto: Shopping Poços de Caldas

A Polícia Civil prendeu um dos suspeitos de furtar R$ 100 mil em semijoias de um quiosque do shopping de Poços de Caldas (MG). O crime ocorreu no dia 15 de setembro e o homem foi detido nesta terça-feira (5). A polícia agora segue com investigações para prender os demais suspeitos por envolvimento.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito detido é um homem de 33 anos que possui diversos registros policiais, inclusive, de um roubo no mesmo estabelecimento comercial, no ano de 2013.

Durante a ação que terminou com a prisão, uma peça de prata foi apreendida. Conforme a polícia, as investigações agora continuam para que seja desvendada a participação de outros envolvidos e recuperar o restante do material furtado.

Furto

Cerca de R$ 100 mil em semijoias foram furtados de um quiosque do shopping de Poços de Caldas na noite do dia 15 de setembro. Na oportunidade, dois homens e uma mulher foram flagrados pelas câmeras de segurança furtando pingentes, braceletes, anéis e correntes de prata que estavam no mostruário.

Segundo a Polícia Militar, o crime foi descoberto apenas na manhã do dia seguinte, quando os funcionários chegaram na loja e viram o local revirado. A segurança do shopping e a Polícia Militar foram acionadas. A ação dos suspeitos foi vista pelas câmeras de segurança do local. O furto aconteceu após o fechamento da loja.

A perícia não encontrou sinais de arrombamentos nas gavetas das lojas e a suspeita é que os criminosos utilizaram de uma chave micha.

Em nota divulgada na oportunidade, o Shopping Poços de Caldas informou que “bem-estar e comodidade são prioridades da gestão do Shopping Poços de Caldas. Estamos sempre investindo em monitoramento e treinamentos para que clientes e lojistas estejam seguros dentro das nossas instalações. Quando há qualquer evento, nos colocamos à total disposição das autoridades para colaborar na apuração dos fatos”.