Moradores de Volta Redonda começam a receber conta de energia elétrica com novo valor da contribuição

As festas de fim de ano estão aí. Época em que muitos brasileiros aproveitam para ornamentar as residências com árvores de natal e os tradicionais enfeites luminosos, que impactam no consumo de energia. As altas temperaturas neste período também tendem a causar reflexos na conta de luz, com o uso de ventiladores ou ar-condicionado.

O contribuinte precisa ter atenção com a instalação das lâmpadas decorativas de pisca-pisca ou cascatas, que consomem muita energia. Um conjunto com 100 luzes comuns, por exemplo, se ficar ligado 8h por dia, representa um aumento no consumo de 12 kWh por mês. Em Volta Redonda, este ano a preocupação precisa ser redobrada. A partir da conta de energia elétrica deste mês de novembro, o consumidor agora tem que pagar uma nova tarifa, a Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip). 

Implementada em 2018, a Lei Municipal foi alterada em maio deste ano, após mensagem encaminhada à Câmara de Vereadores pelo prefeito Neto (DEM). Com a mudança, os consumidores residenciais a partir da medição de novembro serão taxados em 8% do valor pago à concessionária Light, conforme o consumo de energia elétrica por mês.

“Chega a ser inacreditável que, em meio à crise e à pandemia, a gente ainda tenha que arcar com essa tarifa. A minha conta veio no valor de R$ 304,51, e só a taxa tem o valor de R$ 22,55”, disse Ailton Soares, morador do bairro Vista Verde.

Fernanda Pires, do Jardim Belvedere, também recebeu com surpresa a conta de luz, que veio com acréscimo de R$ 32,72. “Sei que a taxa já existia, mas é o primeiro mês que pago. Não acho que a população, que já paga muito e vários impostos, ainda tenha que arcar com a iluminação pública. Daqui uns dias, além do IPTU, IPVA, vão inventar o imposto sobre o asfalto, pela pintura das vias, e o trabalhador cada dia tem mais gasto”, ironizou.

Para o vereador Betinho Albertassi (PSD), um dos sete parlamentares que se posicionou contra a taxa, esse não é o momento para a cobrança da Cosip. “Fui contrário, voto vencido, e acho que o momento não é propício para criar taxas. Acho 8% e 4% respectivamente residência e comércio uma taxação abusiva. Estamos vivendo um momento de crise’, disse o parlamentar.

Comércio

Para o comércio, será cobrado 4% na conta de energia do empresário que consumir mais de 800 kwh/mês. Enquanto na indústria 0,8% para consumo superior a 1000 kwh. A cobrança é feita de acordo com a testada – a extensão do terreno em relação à via onde ele fica – registrada no cadastro da prefeitura. Para se ter um exemplo, o comerciante que gasta R$ 2 mil, terá uma taxa mensal de R$ 80. 

Para a aprovação da lei, na ocasião, o prefeito Neto argumentou que o atual sistema de iluminação pública tem sido remodelado e gerenciado, mas possui um considerável grau de depreciação das instalações e índices luminotécnicos abaixo dos valores recomendados pelas normas técnicas.

“A salvação de Volta Redonda será a arrecadação desse dinheiro, que será só para pagar a iluminação pública”, declarou Neto.

A Light S/A também se manifestou, em maio, e esclareceu que apenas arrecada a contribuição de Iluminação Pública, por meio da conta de energia. “O valor é integralmente repassado para a Prefeitura Municipal, que é a responsável pela instalação e manutenção do serviço de Iluminação Pública”, ressaltou a concessionária. Como diz o apresentador José Luiz Datena: “É só no nosso”.

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings