Vice-prefeita de Barra Mansa, RJ recebe o novo comandante do Tiro de Guerra

Na manhã desta terça-feira, dia 04, a vice-prefeita de Barra Mansa, Fátima Lima, o secretário de Governo, Luiz Antônio Cardoso, e o subsecretário da Pasta, Fanuel Fernando, se reuniram com o chefe de Instrução do Tiro de Guerra do município, 1º sargento Wesley César Santana, para reafirmar a parceria entre a Prefeitura e a instituição militar. O encontro aconteceu no gabinete de Fátima, na sede do governo municipal.

“Hoje recebo o sargento e reforço as boas-vindas que fiz no dia da solenidade da troca de comando. Esse encontro é importante, pois o município tem a responsabilidade de acolher o Tiro de Guerra e é fundamental trabalharmos em parceria. O comando sempre colaborou nos momentos necessários e creio que isso não será diferente com o sargento Wesley. Estamos à disposição para trabalharmos juntos em prol de Barra Mansa”, afirmou Fátima Lima.

Sargento Wesley também reforçou a importância do trabalho entre o Executivo e a instituição militar. “Esse é o nosso primeiro encontro formal após a solenidade de passagem de chefia, que aconteceu no último dia 16 de dezembro. Minha vinda aqui é no sentido de externar toda a satisfação que eu tenho em assumir o Tiro de Guerra em Barra Mansa. Venho também colocar a minha gestão à disposição do município para contribuir no que for necessário”, disse o 1° sargento.

O Tiro de Guerra é uma parceria entre o Exército Brasileiro e a Sociedade Brasileira – representada pelo Poder Público Municipal e pelos milhares de jovens que ingressam nas fileiras do Exército anualmente.  Essa parceria é celebrada por intermédio de convênio, onde o Exército fornece os instrutores, fardamento e equipamentos, e a Administração Municipal disponibiliza as instalações. Em Barra Mansa, o TG está nas instalações do antigo Batalhão de Infantaria Motorizada (22º BIM), localizado no Parque da Cidade Natanael Geremias.

Parceria

O município e o Comando da 1ª Região Militar firmam um contrato que é renovado a cada 5 anos, onde a Prefeitura de Barra Mansa fica responsável por manter o funcionamento do Tiro de Guerra. Anualmente é feito um termo aditivo que renova a parceria por mais 12 meses. O secretário de Governo falou sobre o convênio e de sua importância para a formação dos jovens do município.

“O acordo firmado entre a Prefeitura de Barra Mansa e o Exército Brasileiro já vem de anos e a cada cinco anos é renovado. O Parque da Cidade Natanael Geremias é administrado pelo governo municipal, mas há um espaço que é de responsabilidade do Exército. O trabalho desenvolvido é muito importante, pois contribui para a formação dos nossos jovens. Para esse novo ciclo que se inicia, sob a instrução do 1º sargento Wesley César Santana, temos uma expectativa muito boa. Ele nos externou projetos para o acompanhamento dos jovens durante o período de trabalho”, disse Luiz Antônio Cardoso.

O subsecretário de Governo, Fanuel Fernando, lembrou dos serviços prestados pelo Tiro de Guerra em todas as ocasiões solicitadas.

“Eles fazem um excelente serviço com os nossos jovens, além disso, estão sempre à disposição para nos auxiliar. Me recordo de uma das enchentes que afetaram o município e que o comando disponibilizou os jovens para contribuir nas ações de desobstrução das vias”, recordou Fanuel.

Formação militar

Durante o encontro esteve em pauta assuntos como a educação dos jovens, a contribuição que o Tiro de Guerra traz para a vida deles e a carreira militar.

“O período que os jovens passam pelo Tiro de Guerra é muito importante, pois o Exército colabora em vários aspectos na formação deles enquanto cidadãos. Tudo que vem agregar conhecimento, disciplina e a formação são muito importantes para o desenvolvimento deles. Minha expectativa é que os jovens que vão passar por lá possam sair mais capacitados, disciplinados e prontos para ajudar o município”, declarou a vice-prefeita.

De acordo com o novo chefe de Instrução, a incorporação de 2022 deve contar com 40 jovens, que vão passar por instruções militares, cívicas e sociais, que fazem parte do programa de formação dos atiradores.

“A seleção complementar se inicia no dia 14 de fevereiro e serão incorporados 40 jovens no início de março. Tenho as melhores expectativas para esse novo ciclo. Pretendemos ministrar boas instruções que fazem parte da formação militar. Esses jovens futuramente, após a saída das  fileiras do Exército, irão compor a reserva mobilizável para as situações de emergência do país. Pretendemos fazer todo um trabalho cívico, moral e de Educação. Sabemos que eles já recebem educação de suas famílias, mas alguns valores nós podemos lapidar”, concluiu o 1° sargento.