Polícia prende em Taubaté suspeito de matar o influenciador Glau Duarte em Ubatuba

O acusado foi preso nessa manhã (08) em sua residência em Taubaté, e teria confessado o crime ocorrido em 19 de janeiro em Ubatuba

Foto: Divulgação

A Polícia Civil prendeu o principal suspeito pelo homicídio do influenciador Glau Duarte, na manhã desta terça-feira (08/02), em Taubaté. O suspeito foi encontrado na casa dele e confessou o crime.

Glau Duarte foi espancado no Itaguá, em Ubatuba, e foi encontrado inconsciente em uma praça da cidade no dia 19 de janeiro. No dia seguinte, o influenciador não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Os amigos apontam homofobia como crime. Glau estava de férias em Ubatuba. Segundo os amigos, ele saiu para um encontro antes de ser agredido.

A motivação do crime não foi divulgada pela Polícia Civil e uma coletiva de imprensa será realizada para explicar os detalhes crime.

O QUE SABEMOS:

O homem de 26 anos preso em Taubaté, confessou o crime.

Glau foi morto espancado, com uma estaca de madeira, no dia 19 de janeiro na Praia do Itaguá.

O suspeito havia marcado um encontro por aplicativo de namoro com a vítima e já tinha a intenção de roubá-la. Durante a ação, o agressor espancou Glau até a morte.

A investigação identificou o suspeito por câmeras de segurança. Dois homens foram vistos dispensando objetos em ruas próximas ao centro de Ubatuba. Em buscas nesses locais, a polícia encontrou as chaves da vítima e a arma usada no crime – uma estaca de madeira.

De acordo com a polícia, o suspeito foi preso de Taubaté e confessou o crime. Ele disse aos investigadores que a agressão foi motivada, “por um encontro que deu errado”.

Ele alegou que descobriu no local que Glau “era homem”. A polícia desacredita da versão e ele vai responder por latrocínio, que é o roubo seguido de morte.