GCM de Varginha recebe armamento para utilização em ações preventivas 

Nesta primeira etapa, segundo a prefeitura, a Guarda recebeu cinco espingardas calibre 12, munições anti-tumulto (de borracha), munições para pistolas .40, porta carregador e coldres.

Guarda Municipal recebe armamento para utilização em ações preventivas em Varginha — Foto: Prefeitura de Varginha
 Foto: Prefeitura de Varginha

A Guarda Municipal de Varginha recebeu nesta segunda-feira (7) armamentos que serão utilizados em ações preventivas. Nesta primeira etapa, segundo a prefeitura, a Guarda recebeu cinco espingardas calibre 12, munições anti-tumulto (de borracha), munições para pistolas .40, porta carregador e coldres.

“Os critérios [para utilização do armamento] estão elencados na portaria da Polícia Federal, que determina que todos aqueles que passaram por avaliação psicológica. Sendo aprovado por todo treinamento e na parte teórica e prática, eles estão aptos a utilizar o armamento. Existe uma regulamentação para utilização. Primeiro, o agente que estiver em perigo, a defesa da vida dele e depois a utilização de terceiros. É um documento muito restrito, muito rigoroso para utilização do armamento”, explicou o comandante da guarda, Gerson Alves.

Conforme a prefeitura, o armamento foi adquirido com recursos do município e de emendas parlamentares. O armamento foi entregue à Guarda Municipal em cerimônia realizada na manhã desta segunda-feira na sede da corporação.

Guarda Municipal recebe armamento para utilização em ações preventivas em Varginha — Foto: Prefeitura de Varginha
 Foto: Prefeitura de Varginha

Desde novembro do ano passado, todo o efetivo da Guarda Municipal passa por um curso de formação, treinamento e capacitação técnica para o manuseio de arma de fogo.

“Para oferecer uma segurança é necessário você ter a sua segurança primeiro. Parafraseando, você está em um avião, quando as máscaras caem, você coloca em você primeiro ou você coloca em terceiros.

Então, para que a gente ofereça segurança aos cidadãos, é necessário que os agentes tenham a sua primeira. Então, o armamento hoje é um EPI [Equipamento de Proteção Individual]”, pontuou o comandante.