Pesquisa Módulo/FASS aponta queda do preço da cesta básica pelo segundo mês consecutivo no Litoral Norte

O preço da cesta básica, de acordo com pesquisa realizada pelo Centro Universitário Módulo e a Faculdade de São Sebastião, depois de cinco meses consecutivos de alta, teve a segunda redução mensal consecutiva, desta vez, com média de 0,67%  nos municípios do Litoral Norte.  A média do preço da cesta nos municípios era de R$ 730,34 em maio, com a redução foi para R$ 725,41 em junho.

Todos os municípios apresentaram variações negativas: Caraguatatuba (- 0,64%), Ilhabela (- 0,49%), São Sebastião (- 0,23%) e Ubatuba (– 1,35%)

A principal razão para o resultado da Cesta em junho foi a maior oferta no segmento de hortifruti e, consequentemente, queda nos preços, repetido o cenário do mês anterior. O excesso de chuvas nas principais regiões produtores provocou altas nos primeiros meses de 2022, mas, nos últimos dois meses com a normalidade climática a produção voltou ao patamar previsto.

Variação e preço da Cesta Básica Alimentar

LocalidadeMaio/22 Junho/22   Variação %MaioVariação %Junho
CaraguatatubaR$ 724,13R$ 719,52– 2,94%– 0,64%
IlhabelaR$ 732,10R$ 728,54– 3,19%– 0,49%
São SebastiãoR$ 735,44R$ 733,73– 2,55%– 0,23%
UbatubaR$ 729,69R$ 719,85– 3,34%– 1,35%
Litoral NorteR$ 730,34R$ 725,41– 3,01%– 0,67%

O preço da cesta básica mais elevado foi registrado no município São Sebastião R$ 733,73 e o menor preço em Caraguatatuba R$ 719,52. A diferença entre a cidade que tem a cesta básica mais cara (São Sebastião) em relação a mais barata (Caraguatatuba) foi de 1,97%.

Valor da Cesta Básica em junho de 2022

Em junho, 10 dos 13 produtos que compõem a cesta apresentaram alta nos preços na comparação com o mês de maio e três apresentaram redução.  Os produtos que apresentaram maiores altas no mês de junho foram: leite (+12,99%), banana (+10,04%) e feijão (+ 7,15%). Os produtos que apresentaram baixas foram o tomate (- 20,95%), a batata (- 11,82%) e arroz (- 2,55%).

Variação em percentual nos preços dos produtos que compõem a Cesta nos últimos dois meses

Produtosmaio 2022junho 2022
Carnes*+ 0,14%+ 0,83%
Leite+ 0,72%+ 12,99%
Feijão+ 8,43%+ 7,15%
Arroz+ 1,32%– 2,55%
Farinha de Trigo+ 3,27%+ 2,03%
Batata– 6,82%– 11,82%
Tomate– 21,89%– 20,95%
Pão Francês+ 1,27%+ 2,49%
Café+ 0,47%+ 0,43%
Banana**– 0,54%+ 10,04%
Açúcar– 0,62%+ 0,16%
Óleo+ 0,51%+ 2,11%
Manteiga– 0,70%+ 0,10%
Média ponderado da variação– 3,01%– 0,67%

* Carnes: coxão mole, coxão duro e patinho    ** bananas prata e nanica

A alta no preço do leite é consequência do aumento no consumo no inverno e a redução da oferta, com a piora na qualidade das pastagens. Além disso, há um aumento nos custos de produção com a necessidade de ampliar a oferta de ração ao gado com a piora nas pastagens.

O aumento no preço da banana é consequência da queda na oferta com a entrada do inverno, meses mais frios, em que há uma redução a produção nas regiões sul e sudeste. A produção deve ser normalizada com a chegada de uma nova safra no mês de setembro.

A alta no preço do feijão é consequência de três fatores: redução da área plantada com a avanço do plantio de soja e milho, produtos que apresentaram maiores rentabilidades com a altas nos preços; aumento nos custos de produção com os insumos mais caros, sobretudo fertilizantes; e redução da produção devido a problemas climáticas como a estiagem prologadas na região sul.

A queda no preço do tomate e da batata é consequência da chegada de uma nova safra que aumentou a oferta dos produtos, amenizando o problema de escassez da produção de hortifruti nos três primeiros meses de 2022. Cabe destacar que os preços do tomate e da batata, ainda, estão muito elevados, quando comparados a junho de 2021.

Resultado da variação da cesta nos últimos 12 meses

A variação nos preços dos produtos da cesta básica nos últimos 12 meses exclui fatores sazonais como a alta e a baixa temporada, características dos municípios litorâneos ou variações decorrentes dos períodos do ano como safra e entressafra, típicas dos produtos agropecuários.

A comparação anual, conforme aponta o aumento de preços da cesta básica no mês de junho de 2022 em comparação a junho de 2021. O preço da cesta básica aumentou nos quatro municípios do Litoral Norte, em Caraguatatuba (+26,15%), Ilhabela (+21,31%), São Sebastião (+20,89%) e Ubatuba (+25,76%). Nos últimos 12 meses os preços da cesta apresentaram variação de +23,46%, resultado quase que o dobro da inflação nacional nos últimos 12 meses, superior a 12%.

Variação e preço da Cesta Básica Alimentar – últimos 12 meses

Município Junho/21  Junho/22Variação %
CaraguatatubaR$ 570,37R$ 719,52+ 26,15%
IlhabelaR$ 600,54R$ 728,54+ 21,31%
São SebastiãoR$ 606,94R$ 733,73+ 20,89%
UbatubaR$ 572,38R$ 719,85+ 25,76%
Litoral NorteR$ 587,55R$ 725,41+ 23,46%

A Tabela de variação dos 13 produtos que compõem a cesta básica alimentar nos últimos 12 meses aponta que simente um deles apresentou redução. As maiores variações foram os preços da batata (+ 98,32%), do café (+73,58%) e do tomate (+ 65,78%). Mesmo com a redução de preço nos meses de maio e junho de 2022, verifica-se o elevado aumento anual nos preços do tomate e da batata, que é consequência, principalmente do aumento nos custos de produção e distribuição. Os aumentos no preço do café é consequência da queda da produção nacional com os problemas climáticos (geadas em Minas Gerais), acompanhados pela a redução dos estoques disponíveis.

Foi identificada nos últimos 12 meses a redução no preço de um único produto, o arroz (- 0,20%).  Esse resultado é consequência de uma maior oferta no mercado interno desse produto. Cabe destacar que o preço do arroz teve alta significativa em 2020 com a queda na produção naquele ano, mas com a chegada de novas boas safras os preços estão voltando a normalidade.

Tabela 4 – Preços e variação dos 13 produtos que compõe a cesta básica, em reais, nos últimos 12 meses em reais.

ProdutosUni. Junho 2021R$Junho 2022R$Variação mai21/mai22
Carne Bovina kg41,9444,67+ 6,51%
Leitelitro4,556,02+ 32,31%
Feijãokg7,739,69+ 25,36%
Arrozkg5,065,05– 0,20%
Farinha Trigokg4,385,38+ 22,83%
Batatakg3,587,10+ 98,32%
Tomatekg4,507,46+ 65,78%
Pão Francêskg10,9213,59+ 24,45%
Café500g11,2819,58+ 73,58%
Banana (nanica e prata)kg4,736,03+ 27,48%
Açúcarkg3,364,23+ 25,89%
Óleo900ml7,6010,18+ 33,95%
Manteiga200g9,2011,10+ 20,65%

* Carnes: coxão mole, coxão duro e patinho    ** bananas prata e nanica

Equipe Técnica

Professores Modulo/FASSAlunos participantes da pesquisa Módulo/FASS
Dr. Edson Trajano VieiraMsc. Keissiene Tcharla Bragantin PereiraDr. Moacir José dos SantosIgor Pereira de Brito – AdministraçãoKaren Cristina Pereira de Souza – AdministraçãoMuriel Fernandes Leonel – AdministraçãoVictor Bezerra Zancarli – Administração