DestaquePolítica

Brasil preside reunião do Conselho de Segurança da ONU para tratar da guerra no Oriente Médio

Encontro nesta sexta-feira, em Nova York, convocado pelo Brasil, será conduzido pelo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira
 

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira, comanda nesta sexta-feira (13/10) em Nova York uma reunião do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas convocada pelo Brasil.

Na pauta do evento, a partir das 10h (horário local), a situação humanitária na Faixa de Gaza, ameaças à segurança e à paz mundial e desdobramentos do conflito no Oriente Médio.


Na quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um apelo ao secretário-geral da ONU, António Guterres, e à comunidade internacional, em defesa das crianças palestinas e israelenses.


“Lancemos mão de todos os recursos para pôr fim à mais grave violação aos direitos humanos no conflito no Oriente Médio. Crianças jamais poderiam ser feitas de reféns, não importa em que lugar do mundo. É preciso que o Hamas liberte as crianças israelenses que foram sequestradas de suas famílias. É preciso que Israel cesse o bombardeio para que as crianças palestinas e suas mães deixem a Faixa de Gaza através da fronteira com o Egito. É preciso que haja um mínimo de humanidade na insanidade da guerra”, escreveu o presidente.
 

ROTATIVA – O Brasil assumiu a Presidência rotativa do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) no mês de outubro. O país ocupa uma das 10 vagas do Conselho para membros não permanentes, em um mandato que segue até o fim deste ano.


O país também é um dos maiores participantes entre os membros não permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas, atrás apenas do Japão. Desde a criação do órgão, em 1948, esse é o 11º mandato brasileiro.

 

Por Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República