Destaque PequenoLITORAL

Programa Farmácia Popular passa a oferecer absorventes gratuitos para mulheres em vulnerabilidade social

O Programa Farmácia Popular é promovido pelo Governo Federal para complementar a disponibilização de medicamentos utilizados na Atenção Primária à Saúde, por meio de parceria com farmácias e drogarias da rede privada. A partir deste mês, conta com a oferta de absorventes gratuitos para a população em situação de vulnerabilidade social.

Uma iniciativa que visa acabar com as dificuldades trazidas pela pobreza menstrual. Caraguatatuba possui 19 drogarias credenciadas que atendem o Programa Farmácia Popular, confira aqui os locais.  

Para retirar o absorvente, a pessoa precisa apresentar a autorização emitida no aplicativo Meu SUS Digital e um documento com foto.  Quem tiver dificuldade em gerar o documento, pode procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou equipamentos da assistência social como os Centros de Referência em Assistência Social (Cras).

Pobreza menstrual

A pobreza menstrual é um tema que ainda aflige milhares de pessoas e influencia diretamente na evasão escolar. Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) mostram que no Brasil, uma a cada quatro meninas faltam à escola durante o período menstrual e cerca de 4 milhões sofrem com privação de higiene no ambiente escolar (acesso a absorventes, banheiros e sabonetes).

Quem tem direito:

Pessoas com idade entre 10 e 49 anos de idade (considerada como idade fértil) e que estão inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal.

Além disso, é necessário estar em uma das seguintes situações: situação de vulnerabilidade social extrema (renda familiar mensal de até R$ 218 por pessoa); ser estudante da rede pública de ensino e de baixa renda (meio salário mínimo); estar em situação de rua.

Como retirar o absorvente gratuito:

Apresentar a autorização emitida no aplicativo Meu SUS digital; <https://www.gov.br/saude/pt-br/composicao/seidigi/meu-sus-digital>; e levar documento de identidade com foto e CPF.

O programa

Além disso, a população pode obter medicamentos gratuitos nas farmácias e drogarias credenciadas ao programa, para o tratamento de diabetes, asma, hipertensão, anticoncepção e osteoporose. Também como forma de copagamento (desconto) é subsidiado medicamento para dislipidemia, doença de Parkinson, glaucoma, incontinência (fralda geriátrica), rinite e DM II + doença cardiovascular. Nesses casos, o Ministério da Saúde paga parte do valor dos medicamentos (até 90% do valor de referência tabelado) e o cidadão paga o restante, de acordo com o valor praticado pela farmácia.

Beneficiários do Programa Bolsa Família tem gratuidade nos medicamentos de copagamento da Farmácia Popular, dentre eles, fraldas geriátricas. Para aquisição de fraldas geriátricas para incontinência, é liberado apenas para pacientes com mais de 60 anos ou se possuir alguma deficiência. Deve apresentar prescrição, laudo ou atestado médico que indique a necessidade do uso de fralda geriátrica, no qual conste, na hipótese de paciente com deficiência, a respectiva Classificação Internacional de Doenças (CID).

Para saber quais são os 40 itens disponíveis pelo programa, acesse aqui.