DestaquePolícia

Jovem de 20 anos morre em confronto com a tropa de choque da PM no bairro Cecap Alta em Lorena

Por Redação | Portal A Gazeta RM

Na tarde de quinta-feira (09) uma equipe do Choque da PM, estava em patrulhamento durante a Operação COSUD (Consórcio de Integração Sul, Sudeste e Mato Grosso do Sul), pela rua Antônio Malerba, bairro Cecap Alta, em Lorena, foram averiguar denúncia de tráfico de drogas na região.

Informações dão conta que inicialmente, um homem foi abordado pela rua Joaquim de Carvalho Neto, e detido confirmou para os militares qual seria o local, onde seria feita a comercialização de entorpecentes.

De posse das informações os policiais do choque se deslocaram até o local indicado pelo denunciante, e ao adentar pela rua Antônio Malerba, avistaram dois homens, sendo que um deles estava sentado em uma cadeira e o outro em pé, que ao notarem a presença da viatura correram para o dentro do prédio ali existente.

De acordo com o boletim de ocorrência, a equipe, então, desembarcou e iniciou-se uma varredura no interior dos blocos de apartamentos, momento em que o comandante decidiu voltar até a viatura, juntamente com o soldado, para tentar fazer o cerco nos fundos do CDHU, no intuito de deter os suspeitos.

Consta no boletim que no intervalo, um outro PM deu sinal de alerta para equipe retornar ao local, tendo em vista que um homem foi avistado correndo em direção a um apartamento.

A Polícia Militar relata no mesmo boletim de ocorrência, que a equipe foi recebida a tiros ao adentrar no local, onde de pronto para repelir a agressão, um sargento efetuou um disparo de fuzil IA2 556.

Um cabo, após tomar ângulo, efetuou 2 disparos de pistola, e, neste momento, o suspeito efetuou mais um disparo contra a equipe. Como a agressão aos PMs não teria cessado, um terceiro policial efetuou outros dois disparos de pistola. Ainda assim, o suspeito teria efetuado mais disparos, porém a sua arma “falhou”.

Diante do perigo eminente e ainda com a arma na mão, o cabo e o soldado efetuaram mais um disparo cada.

Luiz Antônio, 20 anos, conhecido como ‘Bigu’ foi desarmado e socorrido à Santa Casa de Lorena, onde não resistiu e morreu. No interior do apartamento foi localizado certa quantidade de drogas variadas, segundo a PM.

A vítima tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas e receptação. O caso foi registrado como morte decorrente de intervenção policial na delegacia de Guaratinguetá.