DestaqueSul de Minas

Carro invade contramão e bate de frente com ônibus na MGC-383, em Maria da Fé

Foto: Polícia Militar Rodoviária

Por g1

Um homem de 65 anos ficou ferido após bater de frente com um ônibus na madrugada desta segunda-feira (10) na MGC-383, em Maria da Fé (MG). Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o acidente aconteceu na altura do km 371, por volta de 5h10.

Segundo a PMR, o motorista do ônibus, de 50 anos, contou que fazia o transporte fretado sentido Itajubá quando o carro invadiu a contramão e os veículos bateram de frente.

O condutor do Monza, de 65 anos, ficou preso entre as ferragens e precisou ser desencarcerado pelo Corpo de Bombeiros. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima estava entre o painel e o banco do veículo com um corte profundo no crânio, consciente e desorientado. Ele foi atendido pelo Samu.

No ônibus havia 33 passageiros. Todos ficaram ilesos. A perícia foi acionada e compareceu ao local para os serviços de praxe.

De acordo com a PMR, ambos os veículos estavam com a documentação regular. O ônibus foi liberado para a empresa. Já o carro foi removido para um pátio credenciado.

A PMR informou que o motorista do ônibus fez o teste do bafômetro e o resultado foi negativo. Ainda de acordo com a polícia, não foi possível fazer o teste do etilômetro e colher a versão do condutor do carro.

Ele foi encaminhado para o hospital, onde iria fazer exames de tomografia.

Pouso Alegre

Um homem ficou preso entre as ferragens após um acidente entre dois carros na manhã desta segunda-feira (10) na MG-179, em Pouso Alegre (MG). Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu por volta de 6h e pode ter sido ocasionado devido a uma forte neblina no local.

Quando os bombeiros chegaram, o Samu já estava no local prestando atendimento às vítimas. O homem de 52 anos e a passageira foram encaminhados para o Hospital Samuel Libânio. O homem estava preso às ferragens, inconsciente e com politraumatismos.

No outro carro havia duas pessoas. Elas tiveram ferimentos leves e foram atendidas no local. Após os trabalhos do Corpo de Bombeiros, o local ficou sob responsabilidade da Polícia Militar.

Foto: Terra do Mandu